Pular para o conteúdo principal

RETROSPECTIVA 2016


A proximidade da virada do ano sempre nos trás muitas reflexões, eu gostaria de está aqui enumerando vários sucessos e vitórias. Gostaria de evidenciar crescimento profissional e social, mas com um ser humano comum como você, não estarei nas mídias falando do meu sucesso pessoal.

Afinal, tenho pouco a evidenciar, mas muito a agradecer pelo ano que está finalmente acabando. Isso renova as esperanças para o ano que está chegando, esperando que seja infinitamente melhor que o ano que passou.

No entanto reconheço que tive pelo menos 05 lições que posso aqui enumerar, sendo elas:

1 – Aprendi a lidar com responsabilidades

O ano foi repleto de surpresas, tive que lidar com minhas responsabilidades, aprendi que algumas atitudes influenciam meu futuro de forma definitiva.

2 – Aprendi a fazer meu próprio horário

Não precisei mais trabalhar ou ir a algum lugar para cumprir horário, mas sim para realizar minhas obrigações.

3 – Aprendi a me comunicar melhor

Tive menos receio do julgamento e não me senti mal por falar sobre minhas percepções e oferecer sugestões.

4 – Aprendi a não procrastinar

Algumas coisas não podem esperar e não precisam de profunda reflexão para agir, a necessidade de agir foi preterida ao pensar.

5 – Aprendi a ouvir a mais

A necessidade de comunicar foi tão importante que aprendi a ouvir mais e falar menos.

E você, que lições tirou do ano que passou?

See you later guys!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FILME RECÉM CHEGADA – FOCO NA PRODUÇÃO #OQUEVI

PARTES MAIS AFETADAS DO CORPO HUMANO POR ACIDENTES NO TRABALHO

Tanto o empregador como o colaborador precisam ter cuidado e zelo pelo seu bemmaior, a saúde. Evitar acidentesnotrabalho é responsabilidade da empresa, mas também exige uma enorme conscientização e disposição do colaborador. O colaborador necessita, além de EPI- Equipamento de Proteção Individual, atenção e sentido de alerta, não pode apenas confiar nas experiências bem sucedidas. Assim, o colaborador deve realizar suas atividades sem pressa, equipado e seguir a rotina para evitar acidentes que possam afetar partes do corpo humano, como mãos, pés, pernas, tronco, face e demais membros. As pesquisas revelam que as mãos são as partes do corpo mais afetadas por acidentes, seguidas pelos pés. O menor percentual encontra-se no crânio/face, acredito que a cobrança firme para uso de capacetes colabore para os resultados, é a região que geralmente mais se protege. Em contra partida as empresas devem continuar seus esforços para segurança, inclusive por força de lei. Assim a empresa se livra de cu…

INDICAÇÃO DE FILME : MUDANÇA DE HÁBITO - GESTÃO DE PESSOAS

A gestão de pessoas é algo bem curioso e que nem sempre é realizado de forma correta, mas existe fórmula? Eu gostaria de compartilhar com você um pouco da impressão que tive com o filme (muito conhecido) Mudança de Hábito.
É comum funcionário receber ordens, mas também sabemos que nem sempre são aceitas, apenas são executadas e as vezes a contra gosto. A impressão que temos é que nem sempre a autoridade recebida por um cargo é aceita de forma tranquila, suave ou com baixa resistência. A trama da irmã “Mary Clarence” na cena em que divide as vozes e conhece o timbre de cada uma das participantes do coral me intriga ainda hoje, devido aos resultados. Minha primeira observação passa pelo fato do reconhecimento dela como líder a parti daquele momento, ela recebe a batuta para reger o coral, a parti daquele momento, toda a equipe (o coral) sabem e reconhecem de quem seguir as orientações. Outro importante aspecto é a competência existente, ela realmente conhece o que faz. A forma dela conduzi…